Skip to Store Area:

Loja Virtual EngeWEB

Aterramento e equipotencialização em baixa tensão (Curso on-line ao vivo)

Aterramento e equipotencialização em baixa tensão (Curso on-line ao vivo)

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$490,00
Acrescentar itens ao carrinho Comprar

Descrição Rápida

O curso ATERRAMENTO ELÉTRICO EM BAIXA TENSÃO tem por objetivo fornecer os conceitos necessários sobre a especificação, dimensionamento e projetos de sistemas de aterramento em baixa tensão submetidos a solicitações de baixa frequência para poder desenvolver a capacidade de análise das necessidades de um sistema de aterramento e a equipotencialização, bem como entender o que está acontecendo em uma determinada instalação e proceder ao correto dimensionamento do sistema de aterramento, propiciando condições e espírito crítico em opinar sobre eventuais problemas, proporcionando ao aluno capacidade de projetar sistemas de aterramento e propor soluções para problemas que envolvam a interação do sistema elétrico com o aterramento.

 

     
Aulas dias 26-27-28 de outubro e 2-3 de novembro de 2020 (5 aulas ao vivo, das 19h às 21h30).
Tecnologia única: assista nossas aulas ao vivo, por videoconferência.
Interação durante as aulas: tire suas dúvidas em tempo real com o professor e debata com os demais alunos.
Professores renomados: referências em suas áreas de atuação.
 Conteudo exclusivo disponibilizado no ambiente virtual de aprendizagem: você irá aprender as melhores práticas do mercado.
Tira-dúvidas remoto durante o período do curso através de e-mail ou fórum de discussão do grupo.

Preencha sua FICHA DE INSCRIÇÃO. Após confirmação de compra, você receberá por e-mail instruções para acesso ao curso.

 

Este curso (Módulo 6) faz parte do programa de capacitação em INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO, que está dividido em 12 módulos, de forma a permitir ao aluno focar nos conteúdos de maior interesse:



Público-alvo:

Engenheiros, tecnólogos, técnicos, professores, estudantes e demais profissionais que lidam direta ou indiretamente com projeto, suprimento/compra, execução, operação, manutenção, inspeção, fabricação, consultoria e outros serviços relacionados e que estejam envolvidos com especificação, dimensionamento e projeto de sistemas de aterramento elétrico em baixa tensão.

Metodologia:

Aulas expositivas on-line (ao vivo) com acompanhamento remoto de exercícios e atividades pedagógicas.

Justificativa:

Em qualquer edificação moderna, encontramos instalações elétricas, eletrônicas e mecânicas que necessitam de alguma forma de aterramento, seja para uma proteção contra choques elétricos (eventual falha de algum sistema, para dissipação de eletricidade estática ou ainda proteções contra descargas atmosféricas) ou para o funcionamento correto, seguro e confiável da instalação.

Porque fazer um curso de Aterramentos Elétricos?

Esta questão envolve fundamentalmente dois aspectos. O primeiro é a questão do aterramento no conjunto de profissionais da área de eletricidade. A segunda refere-se aos profissionais que não são da área de eletricidade, porém necessariamente se envolvem com questões de aterramentos elétricos.

No primeiro aspecto, é importante que todos os técnicos e engenheiros eletricistas de uma empresa envolvidos com especificação, dimensionamento e projetos de sistemas de aterramento conheçam o básico de aterramentos para poder entender o que está acontecendo em uma determinada instalação e proceder ao correto dimensionamento do sistema de aterramento. Desta maneira, terá maiores condições e espírito crítico em opinar sobre eventuais problemas, inclusive verificando se estes estão sendo causados ou não pelo aterramento. A falta de conceitos fundamentais nesta área, em muitos casos, leva o aterramento a ser responsabilizado por um determinado problema, quando na realidade não o é, criando obstáculos intransponíveis à sua solução. Podemos realmente afirmar que todos os técnicos e engenheiros de qualquer empresa precisam dos conhecimentos desta área, pois os aterramentos elétricos estão presentes em todas as instalações elétricas.

Entretanto, a falta de acesso à capacitação profissional destes profissionais disseminou dois tipos de profissionais: o preguiçoso (que sempre recorre à projetos "semelhantes" e adota dimensionamento do sistema de aterramento idêntico) e o "mágico" (que "assumem" resistências de aterramento extremamente baixas, sem sequer analisar o solo em questão...). Infelizmente, também não há muita fluência de profissionais brasileiros em outras línguas, onde se encontra a maior parte das publicações sérias no gênero.

O segundo aspecto desta questão vem do fato que aterramentos elétricos é uma área de conhecimento que está presente em todas as outras áreas da eletricidade, e aqui é bom lembrar que ao mencionarmos "áreas de eletricidade" não estamos restringindo apenas àquelas que possuem equipamentos elétricos cuja energia elétrica vem das fontes geradoras (usinas), estamos ampliando de uma forma ilimitada esta área. Neste contexto podemos citar dois grandes exemplos onde a eletricidade não vem das usinas, porém o aterramento está presente e é muito importante.

O primeiro exemplo é o sistema de proteção contra descargas atmosféricas (é o caso de um pára-raios) que tem como finalidade receber a descarga e fazê-la fluir para o solo através de um aterramento.

Como segundo exemplo temos o carregamento eletrostático dos materiais, possuindo diversas origens (atrito com o ar ou outros meios, induções eletromagnética e eletrostática, etc.). Normalmente o processo de descarregamento é feito para o solo através de aterramentos apropriados. Desta forma, podemos perceber que profissionalmente, não é só as pessoas que trabalham diretamente com a eletricidade é que precisam dos conceitos básicos de aterramentos.

Os profissionais da construção civil, técnicos, engenheiros e arquitetos, precisam também conhecer sobre aterramentos. Isto facilita o entendimento entre os diversos projetistas de uma obra civil. É o caso do arquiteto que tendo as noções fundamentais de aterramentos, não vai encarar os cabos de descida dos pára-raios como um empecilho à sua arquitetura. Consciente da importância das formas corretas da referida descida e do próprio aterramento, ele saberá encontrar soluções arquitetônicas àquilo que era um empecilho ao seu trabalho. Os engenheiros e construtores civis tendo conhecimento sobre aterramentos procurarão incluir ainda na fase de projeto a suas preocupações com o mesmo, não deixando os problemas surgirem depois da obra construída.

Toda a engenharia, perícia e técnica voltadas para a proteção de equipamentos e segurança do trabalho (e nesta área incluímos também as seguradoras), estão diretamente interessadas e ligadas ao aterramento, pois este é que protege os equipamentos e proporciona segurança às pessoas.

No caso de um aterramento em uma instalação, os profissionais ligados a esta área de proteção e segurança, conhecendo sobre o assunto, podem avaliar o desempenho do aterramento aprovando-o ou não, atribuindo a ele a responsabilidade ou não de um eventual acidente, e numa situação mais indicada prever algum problema que o aterramento possa causar e estimular a sua solução ainda na fase de prevenção.

Continuando nesta direção, concluímos que existe uma gama imensa de profissionais que devem ter as noções básicas de aterramentos elétricos, abrangendo inclusive áreas que dificilmente pudéssemos imaginar. É o caso de profissionais da área administrativa, principalmente aqueles que trabalham diretamente com o público, cuja empresa envolva o cliente de alguma forma com os aterramentos. É o caso típico de empresas de telecomunicações, computadores, energia elétrica. Estes profissionais, possuindo a base de conhecimento de aterramentos, poderão dar explicações, orientações e tirar dúvidas dos clientes que na sua imensa maioria são leigos no assunto, porém seguramente estarão em suas residências e locais de trabalho submetidos a efeitos de algum aterramento elétrico. Isto além de representar um serviço mais completo e de melhor qualidade, mostrando ao cliente que a empresa se preocupa em lhe dar a devida atenção, principalmente em questões que se referem a segurança.

Programa:

O que é um aterramento elétrico? Os objetivos do aterramento do sistema. Por que deve-se preferir os sistemas aterrados? Funções básicas dos sistemas de aterramento. Alguns conceitos importantes sobre aterramento. Ligações à terra. Eletrodos de aterramento (tipos e materiais). Aterramento e corrosão. O aterramento e os diversos sistemas de proteção. Equipotencialização principal: elementos a serem reunidos, BEP (Barramento de Equipotencialização Principal); Equipotencialização suplementar; A filosofia de aterramento único das instalações elétricas; Critérios para dimensionamento dos condutores de aterramento: seções, conexão ao eletrodo de aterramento; Critérios para dimensionamento dos condutores de equipotencialização principal e suplementar: seções mínimas; Critérios para dimensionamento dos condutores de proteção (PE): seções mínimas; Condutores PEN.

Incluso no valor da inscrição:

 
1) Certificado digital de conclusão do curso;

2) Apostila para download;

3) Vídeo aulas;

4) Tira dúvidas por e-mail;

5) Inclusão em Fórum técnico.

 

engeweb@engeweb.com.br

Whatsapp (31) 98484-9440

ISBN Não
AUTOR Não
Versão Não
Página Não
Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.